sexta-feira, 12 de junho de 2009

poema libertino - um olhar

foges do sentido
desse sentido já ido
foges perdido

procuras prazer
nas ondas da loucura
deste meu corpo ferido

deixas-me sem tino
perdida neste poema libertino.

3 comentários:

Um Olhar disse...

É sempre dificil comentar o que escreve. Digo apenas, belas palavras que fluem de si.

Bjo

Fatima

o Nosso cAstelo disse...

tens um 'desafio' de fantasia lá no Nosso cAstelo, caso te sintas inspirado a aceitar...bj

http://princesadragao.blogspot.com/2009/06/fantasia.html

o Nosso cAstelo disse...

curiosa por saber qual será o teu olhar heterónimo sobre a fantasia...rs
bj