terça-feira, 18 de novembro de 2008

sentenças

se pudesse…

mudaria os dias a contento

e nas noites abdicava dos sonhos

embrulhava o tempo

para que nem o tempo, nem ninguém, soubesse

de mim…

quanta loucura!

quanta infâmia destronada

ser-te louco

saber-te pouco

nesta ânsia anunciada…

quanta fragilidade

sem poder ser… mestre

guerreiro

campestre

marinheiro

militante sem dinheiro.

quanta verdade

faz a diferença, faz a sentença…

GE3 em: 27/10/08

Um comentário:

Marta Vasil disse...

Quanta loucura saudável e criativa, quanto enigmatismo (será que se pode dizer assim?) venho encontrar neste blogue. Prometo voltar, mas sem "G3".

Agradeço muito a visita ao meu cantinho de lua.

Um abraço

MV